CIDIUM

 

Demo
CISD

CISD

Centro de Investigação em Segurança e Defesa do IUM
CINAV

CINAV

Centro de Investigação Naval
CINAMIL

CINAMIL

Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação da Academia Militar
CIAFA

CIAFA

Centro de Investigação da Academia da Força Aérea

CIDIUM - CENTRO DE INVESTIGAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO INSTITUTO UNIVERSITÁRIO MILITAR (IUM)

É um Centro de Centros (CISD+CINAV+CINAMIL+CIAFA), em Rede que tem a dupla função de:

  1. Centro de I&D da Instituição universitária;
  2. Agregador de capacidades e competências no desenvolvimento de projetos de I&D, potenciando as especificidades próprias na prossecução das áreas de interesse do IUM, das Forças Armadas e da GNR.

 

 

MISSÃO

  • Promover, em colaboração com outras instituições da comunidade científica nacional ou internacional, a realização de projetos de I&D e a divulgação de conhecimento científico, nomeadamente em áreas de interesse para a segurança e defesa nacional;
  • Assegurar e promover a coordenação e a articulação entre os centros de I&D das unidades orgânicas autónomas, tendo em vista o desenvolvimento das linhas de investigação nas áreas de interesse fundamentais da segurança e defesa nacional;
  • Promover atividades de I&D no âmbito do IUM que visem a produção científica, a formação metodológica dos alunos, a qualificação do corpo docente, a procura de novas soluções pedagógicas, a melhoria do ensino em geral e o desenvolvimento do conhecimento em áreas de especial interesse para a segurança e defesa nacional.

A nossa história

  • CISD

    2010 ...

    Centro de Investigação em Segurança e Defesa.

  • CINAV

    2010 ...

    O Centro de Investigação Naval (CINAV) foi criado pelo despacho n.º 13/10, de 03 de fevereiro, do Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada

  • CINAMIL

    2001 ...

    Centro de Investigação Desenvolvimento e Inovação da Academia Militar foi fundado em 2001.

  • CIAFA

    2013 ...

    O Centro de Investigação da Academia da Força Aérea foi criado em 2013.

 

Onde estamos

Acontecimentos relevantes e noticias

Casos de sucesso

PITVANT

PITVANT (Projeto de Investigação e Tecnologia em Veículos Aéreos Não-Tripulados). Foi este o primeiro grande projeto de ID&I, de dimensão Nacional e Internacional, em que a AFA e, posteriormente, o CIAFA, se vieram a envolver. O PITVANT, cuja duração foi de sete anos, teve o seu início em janeiro de 2009 estando, em conformidade, o seu terminus previsto para dezembro de 2015. Trata-se de um projeto de grande dimensão, fortemente inovador, envolvendo várias instituições nacionais e internacionais. A sua concretização tem por base a experiência e o know-how da AFA e da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), bem como a experiência e o know-how das Instituições a ele associadas (Universidade de Berkeley, Universidade de Munique, Agência de Defesa Sueca, Honeywel e Embraer), que manifestaram particular interesse em colaborar, numa base de complementaridade e reciprocidade, num projeto inovador, com impacto significativo, tanto no campo militar, como civil (uso dual). O PITVANT é financiado pelo Ministério da Defesa Nacional, o seu orçamento global é de 2 milhões de Euros, sendo os seus objetivos os seguintes:

  • Desenvolver tecnologia, em diversas áreas, para veículos aéreos autónomos não-tripulados de pequena e média dimensão;
  • Desenvolver novos conceitos de operação para este tipo de veículos;
  • Testar a utilização dos sistemas e tecnologias desenvolvidos num largo espetro de missões, tanto militares como civis (duplo uso);
  • Formar pessoal com capacidade para definição de requisitos, operação e manutenção deste tipo de sistemas.
No âmbito da colaboração entre a AFA e a Universidade de Munique, a Força Aérea e Portugal tiveram a oportunidade de se verem envolvidos nos testes pioneiros de avaliação da precisão do Sistema de Navegação Global por Satélite Galileo relativamente a plataformas aéreas, sistema este de particular importância estratégica para a Europa, e ao qual ficarão ligados a Força Aérea e Portugal, uma vez que foram utilizados Veículos Aéreos Autónomos Não-Tripulados desenvolvidos no âmbito do projeto PITVANT. Deste projeto resultaram mais do que 600 horas de voo em Veículos Aéreos Autónomos Não-Tripulados, com a formação de equipas de operadores e pilotos. De entre as capacidades desenvolvidas, destaca-se:
  • lançamento por catapulta e recolha por rede, sem necessidade de pista preparada;
  • voo noturno;
  • identificação automática de alvos;
  • seguimento automático de alvos no solo e no mar;
  • patrulhamento marítimo;
  • monitorização de poluição marítima;

PROJETOS CIAFA

O Centro de Investigação da Academia da Força Aérea (CIAFA) desenvolve Investigação Aplicada e Desenvolvimento Experimental através, não só de programas promovidos pela Administração Central, mas também de projetos de investigação internacionais em colaboração com outras Instituições de Ensino Superior, Laboratórios de Estado e empresas, nacionais e estrangeiras. A Academia da Força Aérea (AFA) tem em curso trabalhos de Investigação e Desenvolvimento (I&D) inseridos em programas de nível académico, que visam a graduação (mestrado) dos seus alunos e a pós-graduação (doutoramento) dos seus Oficiais, a maior parte dos quais desempenha funções docentes na Academia. Os Oficiais doutorandos da Academia participam ativamente em projetos de investigação nacionais e internacionais. Estes programas de doutoramento têm como objetivo o aprofundamento do conhecimento em áreas específicas do domínio tecnológico considerados de interesse para a Força Aérea. Os programas de doutoramento frequentados pelos docentes da AFA, são realizados ao abrigo de protocolos de cooperação celebrados com as seguintes instituições:

  • Instituto Superior Técnico e Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto;
  • Universidade de Berkeley e Universidade Estadual da Florida, nos Estados Unidos da América;
  • Universidade de Munique (Instituto de Geodesia e Navegação), na Alemanha;
  • Universidade de Victoria, no Canadá;
  • KTH Royal Institute of Technology, na Suécia;
  • Delft Technical University, na Holanda
Os projetos em curso no CIAFA são encarados como uma oportunidade para valorizar economicamente o conhecimento adquirido. Desde 2002, o investimento associado ao desenvolvimento dos projetos é maioritariamente proveniente da participação da Força Aérea em projetos europeus. As outras fontes de financiamento estrangeiro são a OTAN, a Agência Europeia de Defesa e o Pinto-Fialon Fund, este para apoio aos programas doutorais de docentes militares Portugueses em curso na Universidade da Califórnia em Berkeley. A nível Nacional registam-se os patrocínios da Fundação para a Ciência e Tecnologia, da Fundação Calouste Gulbenkian e da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento. Ainda no âmbito da I&D, foram realizados e estão em curso trabalhos cujo objetivo próximo é apoiar a operação e a manutenção das aeronaves que equipam as frotas da Força Aérea, mas que também têm servido para desenvolver novos processos e novas tecnologias e, por isso mesmo, têm sido objeto de divulgação em fóruns da especialidade.

CIDIUM

Contactos

geral@cidium.pt

00351 213002104
00351 213002151