IUM Atualidade N.º 48 - A Guarda Nacional Republicana e a Formação de Oficiais de Estado-Maior: Visão Estratégica 2035

Artigos

A Guarda Nacional Republicana e a Formação de Oficiais de Estado-Maior: Visão Estratégica 2035

Resumo

A Guarda Nacional Republicana (GNR) é uma força de segurança de natureza militar, constituída por militares organizados num corpo especial de tropas, com organização nacional que, no âmbito dos sistemas nacionais de segurança e proteção, assegura a legalidade democrática, garante a segurança interna e os direitos dos cidadãos e colabora na execução da política de defesa nacional, nos termos da Constituição e da lei.
A formação dos quadros da Guarda é garantida pela Escola da Guarda (EG), estabelecimento de ensino próprio, pelo Instituto Universitário Militar (IUM), pela Academia Militar (AM) e pela Unidade Politécnica Militar (UPM), abrangendo desta forma todas as categorias profissionais.
A formação dos oficiais da Guarda em Estado-Maior tem acompanhado a evolução da instituição, estabilizando em 2011, através da formação ministrada ininterruptamente no IUM, materializada no Curso de Estado-Maior Conjunto (CEMC).
Este ensaio tem como objetivo caraterizar a evolução da formação de oficiais de estado-maior da Guarda, em Portugal e no estrangeiro, ao longo dos anos, em particular sobre a regular participação de oficiais da GNR, desde 2011, no CEMC e propor a visão estratégica para o horizonte 2035.
Está organizado em três partes: uma breve análise da situação sobre a formação de oficiais de estado-maior, a concetualização e a evolução histórica, uma segunda parte relativa à análise, interpretação e discussão dos resultados obtidos no trabalho de campo, e ainda uma terceira parte dedicada às conclusões e à formalização de propostas sobre a formação de oficiais de estado-maior da GNR, na próxima década. 
Como metodologia foram utilizadas técnicas de análise documental, inquérito por questionário e análise comparada, cuja reflexão crítica conduziu às conclusões e propostas.
A Guarda tem formação em estado-maior desde os anos 70, do século XX, pontualmente em Portugal e no estrangeiro, e de forma sistemática e ininterrupta, desde 2011, no IUM e no estrangeiro, como uma mais-valia institucional, profissional e pessoal para mais de uma centena de oficiais.

Palavras-chave

GNR, Estado-Maior, Visão estratégica.

Autor(es) (*)

Avatar Mário José Machado Guedelha
 107 | 107

(*) NOTA: A ordem alfabética de apresentação dos autores pode não corresponder à ordem formal que se encontra no artigo.